O pão da vida

E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.

Mas já vos disse que também vós me vistes, e, contudo, não credes.

Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.

Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.

João 6:35-38

Jesus encontrou muita resistência e incredulidade entre os judeus de sua época.

Nos versos de hoje, os judeus pediam sinais para Jesus provar que Ele era verdadeiro.

Os judeus argumentam que os mais antigos tiveram um sinal de milagre de Deus, através do maná que caía do céu, e que os mais antigos, a geração que atravessou o deserto rumo à Terra Prometida comia diariamente.

Jesus contra argumenta que Deus deu o verdadeiro pão do céu, o pão que matava a fome para sempre, e era Ele mesmo. Jesus renunciou à Sua Glória para vir à Terra.

O Pão de Deus é aquele que desceu do céu para cumprir um propósito dado por Deus: dar vida eterna àquele que Nele crer.

Quando descobriram que o Pão era Jesus e que bastava crer, muitos O abandonaram como acontece até hoje.

Aquele que crer jamais terá fome, ou seja, fome espiritual.

Nem nunca mais terá sede ou sede espiritual.

Aquele que se encontra com Jesus, jamais continua o mesmo. Ele se torna nova pessoa. Jesus orienta esta pessoa pessoalmente.

Todo aquele que crê em Jesus e na mensagem da Cruz é levado ao Cristo pelo próprio Deus, por isso, Jesus diz: todo aquele que meu Pai me dá virá a mim.

 

Sobre a autora

Ivany Mamede Lima

Sem Comentários

Deixe seu Comentário