Incredulidade

 

E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!

Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.

João 20:28,29

Os versos de hoje falam da reação dos discípulos, especialmente de Tomé, quando viram Jesus depois da ressurreição.

No domingo de manhã quem O viu primeiro foi Maria Madalena.

Jesus ressurreto pede a ela que vá dizer aos outros discípulos o que viu.

No domingo à tarde, os discípulos se reuniram em secreto, por medo das perseguições que poderiam vir das autoridades, depois de terem crucificado Jesus.

Então, de repente, Jesus aparece no meio deles e disse-lhes: Paz seja convosco!

Como esta “aparição” aconteceu depois de Jesus estar morto, é natural que eles tenham se assustado.

Neste dia Tomé não estava presente.

Uma semana depois Jesus aparece de novo, na mesma reunião secreta dos discípulos.

Tomé, agora presente, se assusta e deve ter se lembrado da sua declaração feita a respeito da ressurreição de Jesus.

Ele havia declarado uma semana antes, que de maneira nenhuma acreditaria na ressurreição de Jesus, a não ser que visse os cravos em Suas Mãos, e que pudesse pôr os seus próprios dedos no lugar dos cravos e, sua mão no lugar da ferida, que fizeram no lado do corpo de Jesus, na altura dos Seus pulmões.

A incredulidade é o maior empecilho para a salvação da Terra, pois, existem muitos “Tomés” ainda por aí.

Estes precisam ver para crer.

Jesus chega uma segunda vez, no mesmo lugar de reunião, e Jesus declara a Tomé e a todos os incrédulos da Terra: porque me vistes, creste. Bem-aventurados os que não viram e creram.

Sobre a autora

Ivany Mamede Lima

Sem Comentários

Deixe seu Comentário